Você gosta de terror? Gosta de curtas-metragens? Ou simplesmente é fã de filmes assustadores? Independente da sua preferência, esse post é para você!

Fiz uma lista caprichada contendo 12 curtas-metragens de terror simplesmente assustadores, para você conferir.

São filmes de diferentes nacionalidades e de diferentes estilos, que comprovam que é possível criar uma boa narrativa do gênero com poucos recursos e muito talento.

Não por acaso, alguns dos cineastas que aparecem aqui nessa lista tornaram-se referência no gênero.

É o caso, por exemplo, do argentino Andy Muschetti (diretor de It – A Coisa) e do sueco David F. Sandberg (responsável por Annabelle 2 – A Criação do Mal).

A lista também nos permite um olhar em um dos canais mais criativos no Youtube para fãs de terror, o Crypt TV.

Mas, mais do que isso, é uma lista que tem o intuito de apresentar obras de qualidade e assustadoras. Confira, portanto, a nossa seleção, começando por:

Mama

Partindo de um conceito simples, porém bem explorado, esse pequeno filme espanhol mostra uma menina acordando a sua irmã para falar que a mãe delas voltou para casa.

O que se segue, porém, não é um reencontro amoroso, mas uma cena assustadora.

Mama chamou tanta atenção que acabou virando um longa-metragem, também é dirigido por Andy Muschietti.

Confira o curta abaixo, com direito a uma introdução do cineasta Guillermo Del Toro, que produziu o longa-metragem baseado nesse curta.


In the Ruins

Adaptação de um conto do escritor britânico Roald Dahl, este curta In the Ruins é uma produção de 2016, dirigida por Florian Frerichs.

Na trama, quando Ayden chega a uma igreja deserta na floresta, ele encontra o estranho Dr. Faber que lhe oferece comida, com a condição de que Ayden forneça a próxima refeição.

Enquanto ambos os homens estão comendo, uma jovem entra na igreja procurando por sua irmã.

Dr. Faber faz a mesma proposta que fez para Ayden: ele oferece-lhe alimento, mas com a condição de que ela forneça a próxima refeição.

É então que ela descobre exatamente o que o Dr. quer dizer com isso.

Apesar de ser um filme da Alemanha, o curta é todo falado em inglês. Infelizmente, não o achei legendado em português, mas o filme ainda merece ser conferido, pelo impacto daquilo que é mostrado.


Stereoscope

Produção do canal Crypt TV, o curta Stereoscope mostra uma mãe que está sozinha em casa com o filho pequeno. É então que alguém deixa um pacote à sua porta.

Ela abre e encontra um antigo estereoscópio, um instrumento que, através das suas duas lentes, produz uma sensação de relevo na imagem, como se ela fosse em 3D.

Porém, aqui o equipamento permite que a protagonista veja figuras horrendas. E não se trata apenas de ilusão de ótica.

Uma vez que ela usa o aparelho, aquelas “pessoas” passam a habitar o seu mundo, e o estereoscópio é a única maneira de vê-los, além de ser, aparentemente, a única forma de detê-los.

Escrito, dirigido e montado por Alexander Babaev, Stereoscope consegue manter o espectador tenso durante seus três minutos de duração.


Um Estranho na Porta

Um Estranho na Porta é um curta-metragem nacional dirigido por Dante Vescio e Rodrigo Gasparini (diretores do ótimo O Diabo Mora Aqui).

O filme foi produzido para concorrer a uma vaga na antologia The ABCs of Death, mas acabou não sendo selecionado.

A trama acompanha uma família que recebe a visita de uma estranha criança na noite de Halloween. Fãs de Drácula vão reconhecer a referência no filme do filme.

O curta foi exibido em festivais como o Fantaspoa, e chama a atenção pela produção apurada e extenso uso de violência.


After Hours

Com menos de cinco minutos de duração, After Hours é um curta que criar um clima de tensão, embora apele para uma conclusão um pouco óbvia.

O filme acompanha uma mulher que trabalha como editora de vídeo e precisa fica até mais tarde no trabalho, sozinha, terminando uma edição.

Mas no meio da madrugada, uma estranha criatura entra no prédio, e passa a ameaçar a protagonista.

O diretor Kasey LaRose é hábil ao investir no suspense e na sugestão. O clima que ele cria é muito mais eficiente do que os sustos (ou melhor, o susto) que tenta causar.

After Hours foi exibido no Demonchaser Horror Fest, de 2016, de onde saiu premiado nas categorias de Melhor Filme, Melhor Direção, Melhor Som e Melhor Susto.


A. Friend

A. Friend é um curta-metragem francês de 2015 escrito por Erwann Kerroc’h, que também o dirigiu ao lado de Amaury Dequé.

O curta tem início com uma mulher sozinha em casa escrevendo um artigo no seu computador. Distraída e descontente com o resultado do seu texto, ela resolve matar um pouco de tempo no Facebook.

Uma amiga vem falar com ela, e pelo diálogo (o único do filme) percebemos que a protagonista acabou de passar por um evento traumático.

É então que um estranho, cujo perfil diz apenas A. Friend a adiciona como amigo na rede social.

Apesar de não conhecer a “pessoa” que a adicionou, ela resolve aceitar a amizade. Fuçando pelo perfil do sujeito, ela percebe diversas pastas com fotos de mulheres.

O mais estranho é que as fotos parecem ter sido tiradas sem o consentimento e, principalmente, sem o conhecimento dessas mulheres.

Vou parar a descrição por aqui para não estragar nenhuma surpresa, mas fica aqui a minha dica: veja o filme no escuro e com fones de ouvido.


Lights Out

Antes de alcançar fama internacional em Hollywood, o cineasta sueco David F. Sandberg já chamava atenção na internet produzindo e dirigindo pequenos filmes de terror.

Sua produção de maior sucesso foi este Lights Out, curta lançado em 2013 que viralizou mundialmente e, eventualmente, virou um longa-metragem também dirigido por Sandberg.

Na trama, uma mulher é atormentada por uma assombração que só se manifesta quando as luzes estão apagadas.

Em menos de 3 minutos, Sandberg consegue criar toda uma atmosfera de suspense e tensão, mesmo trabalhando com recursos bastante limitados, algo que se repetirá em outros curtas dele.


Tuck Me In

O curta-metragem espanhol Tuck Me In talvez seja o melhor exemplo de um filme simples e extremamente eficiente.

Com apenas um minuto de duração, o filme dirigido por Ignacio Rodó consegue causar tensão e surpresa, sem precisar explicitar nada daquilo que é mostrado.

Na trama, um pai vai dar boa noite para o seu filho. O filho diz que o pai precisa olhar embaixo da cama. Mas nada o preparava para a sua surpresa.

O curta tem como base uma história de terror de duas frases criada para a internet. Desde que se popularizou, diversas adaptações da mesma história foram filmadas.

O resultado é sempre assustador.


Pictured

Elogiei antes a capacidade de David F. Sandberg em criar suspense de maneira eficiente, em filmes curtos e sem diálogos. E esta qualidade também se repete neste Pictured.

Novamente estrelado pela atriz Lotta Losten – parceira constante em todos os seus curtas e esposa do diretor -, o pequeno filme mostra uma mulher assustada com uma bizarra fotografia que parece ganhar vida.

Mas talvez exista uma ligação entre a imagem e a mulher que tenta desvendar o segredo por trás do vidro.


The Moonlight Man

Dirigido por Danny Donahue, The Moonlight Man acompanha uma mulher caminhando pela rua à noite em direção ao seu carro.

É então que ela se depara com uma estranha criatura.

O curta se beneficia da atmosfera de tensão, mas sofre com algumas das escolhas feitas pela protagonista.

Afinal, quem iria abandonar a sua segurança e se colocar em perigo diante de tal situação?

Mas, se você conseguir ignorar isso, talvez se divirta com esse pequeno filme, que até ganhou uma continuação.


Cam Closer

Existe uma semelhança entre os curtas de David F. Sandberg que eu postei aqui. Todos apresentam uma construção lenta, recheada de suspense e culminam em um ótimo susto.

E não é diferente com este Cam Closer. Porém, acredito que seja seguro dizer que este é o mais assustador dentre os curtas do diretor

Se não acredita em mim, então confira!

O filme mostra uma mulher (Lotta Losten) que descobre uma função muito estranha da câmera do seu celular. E o resultado é incrível!


Long Story Short

Depois de tanta tensão e sustos, nada melhor do que terminar essa lista com um curta um pouco mais leve e divertido. E Long Story Short é a melhor escolha para.

Dirigido por Trevor Stevens (Rock Steady Row), este curta-metragem apresenta um estilo simular ao cinema de Guy Ritchie, contanto com diálogos rápidos, repetição e muito humor.

O filme acompanha um sujeito que fica em casa sozinho na noite de Halloween e logo vê a sua rotina se transformando em algo diferente. Confira!


Então é isso. Essa foi a nossa lista com os 12 curtas-metragens assustadores com menos de cinco minutos. Espero que tenham gostado.

É claro que esta é apenas a primeira edição da nossa lista. E se você sentiu falta de algum filme, deixe-o nos comentários abaixo. Quem sabe ele entra na próxima!

Share: