Filme bastante autoral é uma das melhores produções da Marvel. 

Resenha | Pantera Negra

Sinopse: Após os eventos de Capitão América: Guerra Civil, T’Challa (Chadwick Boseman) retorna para casa, na nação reclusa e tecnologicamente avançada de Wakanda, para servir como o novo líder. Mas quando dois inimigos conspiram para destruir Wakanda, o herói conhecido como Pantera Negra precisa prevenir que o país seja levado a uma guerra mundial.
Resenha: No universo cada vez mais raso de produções da Marvel, é sempre um alívio quando um filme consegue imprimir uma marca própria e até mesmo autoral. Este é o caso de “Pantera Negra”. Não apenas o diretor Ryan Coogler (Creed: Nascido para Lutar) apresenta uma visualidade própria, numa composição que abusa das cores vibrantes presentes no continente africano, como as temáticas aqui abordadas estão anos-luz da neutralidade até então vista no estúdio. Discussões sobre política estrangeira, preconceito e opressão tornam-se comuns nesse longa, cuja maior qualidade é evitar o maniqueísmo. Aqui, o vilão vivido por Michael B. Jordan (também de Creed) tem motivações muito claras, e por mais que você não concorde com elas, é possível entender o que o levou a pensar daquela maneira. Além disso, o filme não tenta disfarçar a seriedade de um conflito por meio de piadinhas deslocadas (como foi feito em Guerra Civil); as brigas são sérias, e têm consequências sérias. Um dos filmes mais adultos da Marvel, e uma das suas melhores produções.

Resenha | Pantera NegraFICHA TÉCNICA:
Título: Pantera Negra
Direção: Ryan Coogler
Roteiro: Ryan Coogler e Joe Robert Cole
Elenco: Chadwick Boseman, Michael B. Jordan, Lupita Nyong’o
Gênero: Aventura
País: EUA
Ano: 2018
Título original: Black Panther
Nota: ⭐⭐⭐⭐

Assista ao trailer legendado de Pantera Negra

Share: